Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

so-musica
No comando: SÓ MÚSICA

Das 00:01 as 23:59

back-flash
No comando: BACK FLASH KIIS

Das 07:00 as 08:00

programa-vitamina
No comando: VITAMINA

Das 08:00 as 11:00

morning-kiis
No comando: MORNING KIIS

Das 08:00 as 12:00

non-stop
No comando: NON STOP

Das 11:00 as 13:00

non-stop
No comando: NON STOP

Das 12:00 as 14:00

logo-programacao
No comando: DANCE PLAY

Das 13:00 as 14:00

logo-site
No comando: TOP BILLBOARD

Das 14:00 as 16:00

auto-dj1
No comando: Programação Normal

Das 14:00 as 17:00

rock-na-veia
No comando: ROCK NA VEIA

Das 16:00 as 18:00

back-flash
No comando: BACK FLASH KIIS

Das 17:00 as 18:00

top-10
No comando: TOP 10

Das 18:00 as 19:00

non-stop
No comando: NON STOP

Das 18:00 as 20:00

non-stop
No comando: NON STOP

Das 19:00 as 21:00

dancemix
No comando: DANCE MIX

Das 20:00 as 22:00

logo-programacao
No comando: DANCE PLAY

Das 21:00 as 22:00

auto-dj1
No comando: Programação Normal

Das 21:00 as 23:59

auto-dj1
No comando: Programação Normal

Das 22:00 as 23:59

youtube-hits
No comando: YOUTUBE HITS

Das 22:00 as 23:59

Google acaba com os aplicativos para o Chrome; entenda a mudança

Compartilhe:
20170419170423_660_420

O Google bateu o martelo e baniu definitivamente os aplicativos desenvolvidos especificamente para seu navegador. A empresa fechou a seção de apps e jogos da Chrome Web Store, de modo que não será mais possível baixar nenhum conteúdo do tipo a partir de agora.

Antes de tudo, é importante observar que as extensões distribuídas pela loja ainda continuam funcionando e sendo distribuídas normalmente. São apenas os apps que estão em processo de remoção, com desenvolvedores receberam o aviso de que seus aplicativos não podem mais ser distribuídos. Quem tiver algum app instalado no Chrome ainda poderá continuar usando por enquanto, mas a funcionalidade será removida do navegador definitivamente a partir do primeiro trimestre de 2018.

O Google já havia deixado claro suas intenções de remover o recurso do Chrome há mais de um ano, como nota o site Ars Technica. O motivo é simples: menos de 1% dos usuários aproveitava a função no Windows, Mac e Linux, o que motivou o cancelamento. Os únicos usuários que se aproveitavam do recurso eram os do Chrome OS, e eles continuarão tendo acesso aos apps indefinidamente.

A empresa pretende substituir os aplicativos do Chrome por outro conceito: os aplicativos progressivos para a web (conhecidos pela sigla PWA), que nada mais são que sites com funções de apps, como notificações e algumas capacidades off-line, que podem ser “instalados” em um dispositivo. Eles já deram as caras no Chrome para Android e poderão migrar para os desktops.

Uma particularidade, porém, é que os PWAs não são exclusivos para o Chrome, mas são um recurso que utiliza uma série de padrões web para funcionar como um aplicativo mais convencional, o que permite que eles funcionassem também em outros navegadores.

 

 

Fonte: Olhar Digital

Deixe seu comentário:

PUBLICIDADE

Enquete

A KIIS FM quer saber! Qual estilo de música você mais gosta?

FACEBOOK